Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Rapariga do Vestido Amarelo

NOS ALIVE 2015: 10 e 11 de Julho

O NOS Alive desde 2013 que tem sido a minha paragem obrigatória no mês de Julho. Fiquei rendida ao festival e agora não o largo nem por nada, ou pelo menos, só o largo por motivos de força maior. Este ano foi ainda mais especial porque o último dia foi bom demais. Sabem quando não há nada que vos impeça de aproveitar uma boa noite de música? Foi o que aconteceu no sábado. Sem exames, chatices ou outras preocupações, na minha cabeça só tinha NOS Alive. Acho que foi dos meus melhores anos por lá.

11748655_1029872740369803_975848559_n.jpg

 

Top - Adidas | Calções - Mango | Camisa - Salsa 

11721425_1029872753703135_589064121_n.jpg

11749631_1029872763703134_1274133274_n.jpg

Não conseguindo estar presente no primeiro dia só fui a partir de dia 10. Estava muito curiosa para ver Mumford and Sons e Kodaline. Adorei de paixão Kodaline, mas fiquei de pé atrás com os Mumford and Sons. Entre estas duas bandas houve espaço para o palco Clubbing. Vi Capicua, com uma boa onda do caraças, e Dj Kamala que não falhou com hip hop do bom e muitos convidados mega especiais. Fez-se um bom "primeiro" dia de festival.

11741861_1029875930369484_1854954100_n.jpg

11741862_1029872747036469_1092145523_n.jpg

Para o último dia estava com as expectativas em alta. Tinha tudo no palco principal: HMB, Sam Smith, Chet Faker e Disclousure. Nunca tinha ouvido HMB ao vivo e amei. Adoro as boas vibrações deles e tenho orgulho que uma banda portuguesa faça parte do palco principal do Alive. Já Sam Smith foi de arrepiar, não me vieram as lágrimas, mas o coração saltou muitas vezes pela boca. Chet Faker era um cantor que tinha curiosidade, conhecia pouquinho e tornei-me fã apesar do concerto ter sabido a pouco. O final da noite era com Disclousure... E que fecho brilhante. Graças aos meus amigos fiquei viciada antes mesmo do festival e estava mortinha por poder ver ao vivo. Foi um dos concertos que mais gostei no Alive até agora. Não sei se pela companhia, pelo bom ambiente, mas acho que foi tudo excelente. Para concluir, estou a pôr a fasquia muito alta para 2016 e por isso ico à espera do melhor cartaz de sempre! 

alive.jpg

Casaco e Macacão - Adidas

 

- Para o ano há mais! -