Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Rapariga do Vestido Amarelo

blue monday?

O meu acordar implica, quase obrigatoriamente, abrir o Instagram, abrir o Snapchat, abrir o Facebook. Conectar-me com todo e qualquer tipo de redes sociais. Tudo para ficar a par das novidades e poder ler logo de manhã algumas gordas, para que não me falhe nada. Logo hoje disseram-me que era "o dia mais triste do ano". Os motivos? "Diz a história que depois de calculada uma equação com variantes como o clima, o nível de dívida acumulada, o tempo que passou desde o último fracasso ou a motivação geral." Trocando tudo por miúdos: o dinheiro gasto nas épocas festivas, o facto de precisarmos de férias, ser segunda-feira, a pressão em cumprir os objectivos para o novo ano, o possível mau tempo... Enquanto tentava arranjar mais de mil motivos para contrariar este dia, encontrei o artigo do Observador que nos diz para não acreditarmos em nada disto porque é tudo uma estratégia de publicidade -  "se acordar triste ou deprimido, não será por causa da “Blue Monday”. Verdade que este é já um dia com lugar reservado no calendário, mas se recuarmos até à sua origem verificamos que este não tem fundamento científico razoável". 

Conclusão: não nos vale de nada imporem-nos mais um dia, tentarem convencer-nos de que tudo o que acontecer de menos bom durante o dia de hoje será culpa do "blue monday", fazerem questão de justificar os porquês. Porque fora os pessimismos e os rótulos, esta é mais uma semana que começa agora e para que tudo o resto seja bom, convém iniciarmos ou reiniciarmos sempre da melhor maneira possível, não concordam?