Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Rapariga do Vestido Amarelo

Assim não gosto.

Ontem falávamos sobre o tempo. Ou neste caso a falta dele. Precisarmos de tempo para tanta coisa, mas não o termos. Achar que tudo passa muito rápido, quando aquilo que queremos às vezes é "desacelerar". Parar um bocado. Esquecer o relógio e marcarmos nós as horas. Pedir ao tempo que tenha mais tempo para o que ainda nos falta fazer. Esquecer que todos os dias corremos contra o relógio... Pedir para ter mais tempo para coisas em que se devia parar o tempo: amigos, família,...

 

Ontem, fazia contas ao tempo que tem passado. A maneira como as coisas mudam. A maneira demasiado rápida como as coisas mudam. E quando achamos que daqui por uns tempos estaremos na mesma, mas nunca estamos. Nunca nada é igual ao ontem. Nem peço que seja. Só não queria estar sempre a queixar-me que isto passa rápido, porque eu não gosto quando vejo as coisas a passarem por mim. Não gosto da ideia da vida a passar por nós. Odeio isso. Contudo, acontece tantas vezes. E se calhar, demasiadas. O próximo desejo? Ter mais tempo. Já lhe pedi que anotasse, porque me irei esquecer até lá.