Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga do Vestido Amarelo

Amizades e copos.

Ontem à noite, estava eu a fazer a minha habitual atualização no meu feed do Facebook, quando me deparo com este vídeo da Super Bock. Provavelmente se não estivesse identificado, não associaria durante os primeiros minutos à marca. E gostei. Gostei mesmo muito da mensagem. O "está na altura de pousarmos o telefone e levantarmos o copo", "as grandes amizades não pedem muito, mas pedem manutenção", são clichés que soam muito bem. De uma forma descontraída e super natural a marca dá-nos um definição atual daquilo que é a amizade. Os tempos mudam. Contudo, o significado de amizade deve ser sempre o mesmo.

 

Eu faço de tudo para que a amizade não se fique só pelas teclas do computador, ou pelas mensagens trocadas no telemóvel. Damos desculpas. E o facto é que são essencialmente desculpas. É só conciliar horários. Apertar ali, para ver se dá. Um café. Um encontro no comboio. Manter a amizade é marcar um encontro, mesmo que rápido. Defender a amizade é quebrar um compromisso menos importante, só porque hoje era o dia reservado para planos com amigos. Nunca me esqueço deles. Entre atualizações no blogue e as aulas da faculdade, há uma coisa que não pode falhar: amigos. Rodeio-me dos bons e mesmo que não existam copos para brindar, lembramo-nos sempre em qualquer coisa para festejar. "Leva a amizade a sério".

 

 

adidas Originals by Rita Ora

Originals by Rita Ora SS15_09.jpg

Originals by Rita Ora SS15_10.jpg

Originals by Rita Ora SS15_16.jpg

 

(quero os ténis)

 

Ela tem um ar mesmo muito  engraçado. Dona do seu nariz e com um olhar muito atento às tendências. É cantora e, pelos vistos, também morre de amores pela indústria da moda. Esta colaboração com a adidas é um sucesso, pelo menos para mim. Ou expressando-me em palavras mais correctas: explosiva. Estas duas coleções, "super pack" e "white smoke pack", são as minhas preferidas. Por um lado, a banda desenhada, por outro, o preto e branco. O que permanece? A critividade dos padrões.

#eugostodemim

Não recebi qualquer contacto ou press da marca para fazer este manifesto ou partilhar este pensamento convosco. Faço-o por iniciativa própria e também por não ter ficado indiferente ao post da Ana e aos últimos acontecimentos (críticas à magreza da Carolina Patrocínio). 

 

Acho que nós mulheres conseguimos ser demasiado duras umas com outras, existe um espírito de competição que me põe doente. Como é possível criticar tanto? Implicar com tão pouco? Porque não cativamos todas essas energias para coisas que sabemos que terão um significado tão mais saudável. Não percebo o porquê das críticas ao corpo de outras mulheres. Sou magra. Nunca fui gordinha e sempre comi tudo aquilo que quis e me apetece. Não faço exercício físico, mas ando muito a pé. Contudo, aceito o meu corpo tal como ele sempre foi. Há roupas que não me ficam tão bem. E uma ou outra peça de roupa que evito vestir, fora isso sinto-me bem com corpo que tenho. E quando me queixo da falta de algo, acho que no final do dia não teria coragem para mudar nada mim. Nasci assim. Sou assim. E não é por um comentário menos positivo que irei mudar. Temos de aprender a gostar de nós. Caso contrário nunca vamos deixar que alguém goste de nós como realmente somos. Eu gosto de mim, com mais ou menos quilos, com mais ou menos maquilhagem... E por aí? 

Femininamente masculino

Levi's Red Tab Women_SS15 (4).jpg

Levi's Red Tab Women_SS15.jpg

Levi's Red Tab Women_SS15 (2).jpg

Levi's Red Tab Women_SS15 (1).jpg

 

A chave da nova colecção da Levi's é a combinação feminina de peças de inspiração masculina. Os jeans pouco justos e rasgados, o casaco de ganga por cima dos ombros, as peças sempre largas e a camisa abotoada até ao última botão dão um ar mais masculino, mas nunca descuidado. Por fim, é colocar uns saltos e estamos prontas para os dias de sol!

Sushi Fest

Eu adoro festivais de música. Contudo, tenho vindo a descobrir todo um mundo de festivais, nomeadamente os gastronómicos. Ontem recebi no meu e-mail a maravilhosa novidade de que Oeiras terá um festival de sushi. Isso mesmo, sushi. Confesso que cheguei a pensar que este tipo de comida iria passar de moda, daqui por uns tempos iria acabar por perder todo o encanto inicial. Mas o que aconteceu é que quem gostou, não largou este "vício". No meu caso foi preciso muito estranhar, para depois passar a gostar. E prova de que tudo muda, é o facto de estar muito entusiasmada com o Sushi Fest.

 

Passando a traduzir tudo isto por miúdos... O Sushi Fest irá realizar-se durante os dias 2, 3 e 4 de Julho nos Jardins e Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras. Contará com o melhor sushi e sashimi. E como nada se faz sem boa música, esta será garantida também pelos melhores nomes da música portuguesa. Será o primeiro festival de sushi da Europa e fiquei desde logo muito entusiasmada, já que adoro Oeiras e os meus amigos também gostam de sushi. Portanto, serão dias muito bem passados.

Sushi Fest_Cartaz_ar.jpg

 www.sushifest.pt

 

Amizades (de sempre)

Rodeio-me de quem me trata bem e de quem gosta de mim tal como sempre fui. Aliás, faço por "saltar fora", quando vejo que o barco toma um rumo que sai fora da minha rota. Não sou de ir em grandes grupos. Mas sou de escolher as minhas amizades, as pessoas com quem faço questão de partilhar as minhas aventuras e desventuras. Tenho conhecido todo o tipo de pessoas e acho que tento crescer com isso, em vez de bater com a cabeça na parede sempre que percebo que não dá para tudo, que sou um bocado frágil demais. 

Adoro os meus amigos, desde aqueles que me conhecem do tempo dos nenucos, àqueles que fizeram e estão a fazer parte de toda a minha escola. Contudo, hoje quero agradecer às minhas miúdas que voltaram a fazer parte da minha vida de uma maneira estupidamente boa. Elas viram-me crescer, para dizer melhor, crescemos juntas. Os nossos pais andaram juntos no liceu e nós não fomos de modas e tivemos a quem sair. Somos em quase tudo como eles: doidas. A diferença de idades não me chateia. Faz-nos partilhar conselhos. Ajudamo-nos muito umas às outras naquilo que podemos. Se há uns anos não tínhamos tantas oportunidades para nos vermos, nos últimos meses as desculpas têm acabado e as noites tornaram-se diferentes e tão mais divertidas. Dançamos até altas horas da noite. Cuidamos umas das outras. Fartamo-nos de tirar fotografias. E rimos muito juntas. São aquelas miúdas que sabem que sou mesmo assim, desajeitada e pouco contida em tudo o que seja festas. Hoje peguei no facto de termos falado em lamechices e cá estou eu para lhes dizer como gosto delas e me sinto agradecida por fazerem parte da minha vida. Obrigado por vos poder de chamar amigas!

 

IMG_20150310_152132.jpg

 

 

Passatempo: Dia da Mãe | Ego Watches

Há poucos minutos recebi o e-mail e não aguento. Há passatempo novo no blogue! A marca de relógios, Ego, junta-se mais uma vez ao blogue e quer brindar uma mãe com um relógio da sua nova colecção. Os modelos variam entre o mostrador rosa, verde, azul e branco.

O dia da Mãe está quase aí a chegar e por isso toca a participar para poderem oferecer este miminho muito especial. As condições são sempre as mesmas, mas nunca é demais relembrar. Só respeitando todos os pontos é que a vossa participação pode ser validada.

 

egowatches.jpg

 

egowatches2.jpg

 

Sigam os seguintes passos:

  1. Deixar um "Gosto" no Facebook do Blogue
  2. Deixar um "Gosto" no Facebook da Ego
  3. Partilhar o passatempo no vosso mural do Facebook
  4. Preencher o formulário abaixo

 O passatempo termina a 27 de Abril às 00H00.