Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga do Vestido Amarelo

1º ano de licenciatura? Já foste!

Passado (quase) o primeiro ano da licenciatura continuo sem encontrar o meu ritmo. Se numa semana passo longas horas entre leituras, apontamentos e trabalhos, há outros dias em que é urgente umas horas de descanso para conseguir pegar no trabalho e saber aquilo que estou a fazer. Foram dois semestres diferentes e com a palavra trabalho no seu expoente máximo. Tenho conhecido pessoas também muito diferentes, professores "porreiros" (outros não tanto - quem diz a verdade não merece castigo) e conheci também a área onde quero trabalhar. Tenho a sorte de ter escolhido uma Escola a valer. A comunicação não falha dentro daquelas quatros paredes, isso e o apoio e confiança que depositam nos seus alunos. Ao longo destes 9 meses tive a oportunidade de participar em algumas actividades desenvolvidas pelos meus colegas e aquilo é trabalho de profissional, porque quando é para fazer, que seja para fazer em bom. Gosto de estar num sítio em que acreditam naquilo que valemos e nunca (ou muito raramente) nos fecham portas. Sou pessoa que acredita num futuro promissor para quem luta por aquilo que quer, quem faz por trabalhar e mostrar como podemos diferenciar-nos do resto. 

Se ao fazer 18 anos nada mudou, arrisco-me então a dizer que muita coisa mudou com a minha entrada para a Faculdade. Sente-se uma independência. É notória a questão de agora estarmos ali, por conta própria, a tentar fazer qualquer coisa que achamos benéfico para o nosso futuro. Foi uma escolha nossa. Estamos por nossa conta e risco, e isso é bom. Não termos de provar nada aos outros, mas sentimos-nos na obrigação de não desistir às dificuldades.

Termino este post dizendo que tenho saudades do Secundário. Há memórias e amigos que não me falham. Há tanta coisa boa que nunca vou conseguir apagar. Foram outros três anos em que cresci, aprendi... É difícil não voltar atrás no tempo. É  difícil não me prender a um passado que me fez tão bem. Contudo, temos de crescer e avançar, mas eu só quero continuar a dizer que gosto deles e agradecer-lhes pelas conversas. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.